Prefeitura Municipal de Tanquinho - Construindo um Novo Tempo

  • Cidade

História

Voltar

O Monte da Emancipação, nome que lhe foi batizado quando da emancipação política do município em 1958. Quando tropeiros acampavam-se junto ao “Tanque do Gonzaga”. Diziam: Vamos nos reunir no pé da serra, junto ao “tanquinho” pós teriam achado outro manancial de água doce junto ao monte, mais o tempo foi passando e começaram a surgir as primeiras casas, primeiro de taipas e depois de adobes e por volta de 1870 já haviam cerca de 15 casas em28 de julho de 1870, o povoado começou a desenvolver passando depois a distrito de Feira de Santana, do qual se desmembrou, tornando-se Município de Tanquinho pela Lei Estadual 1019 de 14 de Agosto de 1958, indo-se instalar a 07 de Abril de 1959.


Ao se torna cidade Tanquinho começa sua jornada em busca do seu desenvolvimento, para isso seu povo necessita de cultura e educação, conhecer sua história e com isso busca seu espaço diante de outras cidades. Novas tecnologias, lideranças locais, órgãos públicos voltados ao povo daquela localidade. Aí é que a educação de Tanquinho começa a sua transformação. As escolas são ampliadas, seus alunos possuem uma identidade local, seus professores são reciclados de forma direta e especifica, sua história é reconhecida, os valores e as conquistas são feitos voltado a uma só direção o desenvolvimento administrativo, econômico, social e educacional desta cidade que à pouco tempo pertencia ao desenvolvimento de outra, tendo seus recursos repartidos.

Com a sua emancipação Tanquinho possui agora status de cidade recebendo verbas não só locais mais estaduais e federais. Todas essas mudanças só poderiam ser concebidas através do processo de emancipação dessa cidade por isso a educação de Tanquinho só veio a ganhar. Projetos de infocentros destinados ao aluno de Tanquinho são convênios e parcerias com órgãos públicos dando a esses alunos a possibilidade de interagir com o mundo e se informatizar. A parceria com o poder público, ONGs e órgãos privados são mais constantes e direcionados ao povo tanquinhense. Toda família que possuía crianças fora do convívio escolar, são cadastrados e beneficiados com incentivo a matrícula do seu filho tendo agora uma fiscalização mais centralizada e dedicada ao povo tanquinhense.



A emancipação de Tanquinho só veio a acrescentar e embelezar mais sua estrutura, seu povo pode agora reivindicar seus direitos e colocar em prática seus deveres de cidadãos, favorecendo na construção da identidade cidadã da comunidade. Como disse Jean Piaget com o conceito de esquema de ação onde mostrou como as atitudes dos indivíduos sobre o meio são o motor da aquisição de conhecimento, isso mudou significativamente a maneira de agir do povo dessa cidade. Pois agora possuem uma prefeitura, câmera de vereadores e uma secretaria de educação destinada ao melhoramento da educação desta cidade. Cidade que tanto tem a oferecer a seu povo e ao mundo.